Teatro Oficina

São Paulo, SP
2016, 730m²

Projetado nos anos 80 por Lina Bo Bardi e Edson Elito, o Teatro Oficina é um ícone da produção cultural brasileira, ambiente de vanguarda e experimentação em artes cênicas, dança, música e performances coletivas. Em 2010, o IPHAN-Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional decidiu pelo seu tombamento, já prevendo que o espaço poderia receber atualizações e acréscimos ao seu projeto original, sob a condição de preservar sua aura de teatro aberto, como extensão da rua e equipamento apropriável pela comunidade.
Situado no bairro do Bixiga, na cidade de São Paulo, é a primeira vez que o Teatro Oficina recebe um projeto de requalificação desde a sua fundação, preservando a essência de sua proposta original e incorporando elementos da arquitetura contemporânea para promover uma revitalização estética do espaço e sua melhor adequação às demandas de fluxo e serviços de apoio aos artistas e públicos.

FICHA TÉCNICA
Local: São Paulo, SP
Projeto: 2016 Obra: –
Área: 730m²
Contratante: Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo
Arquitetura: Gema
Arquitetas: Nara Grossi, Joseana Costa
Co-autores: Edson Elito e Priscila Almeida
Equipe: Bárbara Olyntho, Giuliana Mora, Sandriele Corrêa
Historiador: Hilário Figueiredo Pereira Filho
Estrutural: Waldir Pomponio
Instalações e PCI: MBM Engenharia
Sistemas de áudio e vídeo: Alexandre Sresnewsky
Conforto termoacústico: Ambiental Consultoria
Luminotécnica e Cenotecnia: Cineplast Cenotecnia
Planilha orçamentária: Giaretton Orçamentos
Topográfico: Henrique Skowronski Neto
Imagens: Nando Peres
+

O projeto desenvolvido pela Gema definiu uma nova volumetria na parte posterior do edifício, que se dá no alinhamento dos pavimentos existentes, acomodando a nova área de convivência do Teatro. Esse novo pavimento, com pé direito generoso, tem fechamento em vidro em todas as suas faces, em materialidade que se contrapõe e se descola dos tijolos aparentes pré-existentes. Para além do cubo de vidro se expande o deck (ou solarium), em piso conformado pela planificação da cobertura do pavimento inferior, antes inclinada e não aproveitada. Com a nova configuração da citada cobertura conseguiu-se, além da conformação do deck, uma otimização significativa do pavimento inferior, com aumento do pé direito e da área útil de piso, permitindo ampliação da área de preparo dos artistas e reconfiguração total dos banheiros dos camarins, aumentando a incidência de iluminação natural. O grande janelão de vidro permanece inalterado, mas ganha, recuado, uma faixa translúcida que engloba a nova área expandida deste 3º pavimento.

Um novo elevador instalado aos fundos do Teatro atende a todos os pavimentos técnicos, inclusive ao 4º e novo pavimento. Acima da caixa do elevador, estão os novos volumes de caixa d’água, em pavimento de cobertura que será usado como mirante e jardim.

Os banheiros de público, unissex, também foram reestruturados e adequados à acessibilidade. Para a manipulação de elementos de cena foram criadas duas bancadas de apoio, uma no mezanino e outra no térreo, no fundo do teatro. O pavimento dos controles foi mantido inalterado, assim como os dois pavimentos de camarins.

Toda a estrutura tubular das galerias e arquibancadas foi mantida, porém, prevendo a substituição dos pisos e forros por materiais atuais. A passarela central também foi mantida, agora com previsão de escavação para permitir pé direito mais alto no seu interior, prevendo instalação de elevadores cênicos.

Com as alterações propostas no atual projeto, mantém-se a integridade do espaço cênico interno devido às suas características ainda inovadoras e únicas, ao mesmo tempo em que o edifício é completamente renovado e readaptado às necessidades do grupo. 

O novo Teatro Oficina atualiza a história deste importante núcleo cultural e reposiciona no século XXI os princípios de sua composição estética e funcional, agregando ao seu conjunto, com delicadeza e sensibilidade, novas tecnologias, materiais e conceitos desenvolvidos pela arquitetura contemporânea.

DE BAIXO PARA CIMA

SUBSOLO:
1. COXIA/ELEVADORES SUBSOLO
2. RESERVATÓRIOS DE ÁGUA POTÁVEL
3. FOSSO ELEVADOR

TÉRREO:
1. HALL
2. BILHETERIA
3. SANITÁRIOS
4. PASSARELA
5. ARQUIBANCADA
6. ARQUIBANCADA P.C.R.
7. ESPELHO D’ÁGUA
8. JARDIM
9. ELEVADOR

1º PAVIMENTO:
1. ARQUIBANCADA
2. VARANDA
3. CABINE DE ÁUDIO E VÍDEO
4. ELEVADOR

2º PAVIMENTO:
1. ARQUIBANCADA
2. VARANDA

3º PAVIMENTO:
1. ARQUIBANCADA
2. VARANDA
3. CAMARIM
4. ELEVADOR
5. CAMARIM DE TROCA/MEZANINO
6. BANCADA APOIO
7. SANITÁRIOS
8. ARMÁRIO

4º PAVIMENTO:
1. CAMARIM
2. COBERTURA ZENITAL
3. VESTIÁRIO
4. ELEVADOR

5º PAVIMENTO:
1. COZINHA E LAVANDERIA
2. ELEVADOR
3. DECK
4. JARDIM
5. PISO EMBORRACHADO
6. BANCO

6º PAVIMENTO:
COBERTURA